São José do Rio Claro (MT), 15 de janeiro de 2021 - 18:46

? ºC São José do Rio Claro - MT

Nova Maringá

26/10/2015 17:41

Fiscais do INDEA apreendem e destroem cerca de 250 mudas de plantas comercializadas irregularmaente.

Na última quinta feira(22) em Nova Maringá, fiscais do INDEA apreenderam e destruíram cerca  250 mudas de diversos tipos de plantas ornamentais, frutíferas e palmeiras que eram transportadas em um caminhão com placa de Herculândia (SP). Os exemplares de vegetais eram comercializados em diversas ruas da cidade.

A ação que resultou na apreensão e destruição das mudas foi coordenada pela engenheira agrônoma Luciana Rosso que atende os municípios de São José e Nova Maringá e pelo responsável pela unidade do INDEA de Nova Maringá, Amilton Siqueira e contou com o apoio da Polícia Militar. A agrônoma do INDEA aproveitou para alertar as pessoas sobre a procedência das plantas comercializadas de maneira irregular. “Quando a população se deparar com vendedores ambulantes de mudas, todos devem entrar em contato com o INDEA de seu município para que seja coibida essa espécie de comercio irregular”, disse Luciana.

A fiscal também alertou que podem surgir outros problemas no momento em que as pessoas adquirirem mudas de vegetais com origem desconhecida.  “Essas mudas podem trazer pragas e doenças de difícil controle, ou mesmo pragas que não existem no Estado, acarretando sérios prejuízos econômicos” concluiu Luciana.

 Depois de toda a operação, as mudas foram levadas até o Armazém do “Marmita” no setor rural de Nova Maringá, onde foram queimadas.

Comércio de mudas

 O comércio ambulante de mudas é proibido no estado do Mato Grosso. A Lei de Defesa Sanitária Vegetal estabelece medidas para coibir o comércio ambulante e ilegal de mudas. O objetivo é a manutenção da sanidade dos cultivos vegetais e evitar a infestação de pragas e doenças que podem trazer prejuízos aos produtores e ao Estado. As mudas sem procedência trazem consigo pragas e doenças em cultivos como lavouras, pomares, florestas, hortas e jardins.

A venda de qualquer tipo de muda sem comprovação de origem preocupa, ainda mais quando se trata de mudas cítricas, que se doentes, podem causar grandes prejuízos. Com base nesta lei, está proibido em todo o território Matogrossense o comércio de mudas por intermédio da prática da venda ambulante em praças ou vias urbanas, dentro de veículos ou não, fora de estabelecimento comercial regularmente constituído e sem endereço definido.

 O interessado em comercializar mudas de plantas deve se cadastrar no INDEA e atender os critérios exigidos para a atividade.

Por: revistamatogrosso.com / Gilvan Rodrigues 


Mega Notícias

Mega Notícias tem como objetivo primeiro o de Informar com ética, isenção e profissionalismo tudo o que acontece.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo