São José do Rio Claro (MT), 15 de janeiro de 2021 - 17:18

? ºC São José do Rio Claro - MT

Política

12/03/2020 16:31

DEM oficializa Júlio Campos como candidato ao Senado em convenção com 2 mil apoiadores

O deputado estadual Dilmar Dal Bosco assumiu a primeira suplência. O segundo da chapa do ex-governador será escolhido nesta quinta-feira

A convenção do partido Democratas, que definiu o nome de Júlio Campos como candidato do grupo à vaga suplementar ao Senado, foi marcada por diversas alfinedas ao oponente do PDT, vice-governador Otaviano Pivetta. Experiente político, Júlio não amenizou para o adversário e já falou que ele sim está pronto para ir a Brasília. 
"Tem candidato ai dizendo que nao vai lutar por emenda. Como isso? Temos tantos município carentes que dependem desses recursos. Isso é um absurdo. Eu vou pra Brasília sabendo o que fazer", disse Júlio, na abertura de seu discurso. A fala vai de encontro ao que disse Pivetta em sua convenção, que prometeu, se eleito, lutar para acabar a farra das emendas. 

Além de oficializar Júlio, o partido também confirmou o nome do deputado estadual Dilmar Dal'Bosco como primeiro suplente. O Centro de Eventos do Pantanal estava lotado de apoiadores e correligionários da Capital e do interior do Estado. 
Vários ônibus chegaram de diversas cidades. Bandas e adesivos do “25” estavam espalhados pelos corredores. O alvoroço foi maior, quando o anúncio confirmava Júlio Campos na disputa pelo Senado com o número 251, que foi usado por Jayme na campanha vitoriosa de 2018. 
Falando em Jayme Campos, Júlio disse que seu gabinete estará pronto para atender todo estado, não segmentos, como o agro. "Meu gabinete estará ao lado do gabinete do Jayme e do Wellington e de portas abertas para todo o povo, nao para segmentos", continuou a alfinetada. 


a primeira suplência também ficou com um membro do partido (Dilmar Dal'Bosco). A segunda suplência deve ser anunciada na quinta-feira (12) e deve ficar por conta do PL, sob o comando do senador Wellington Fagundes. O mais cotado para compor esse espaço é o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga. 
O escolhido é o ex-presidente do partido, deputado Dilmar Dal'Bosco, que surge como liderança da região Norte e que chega como uma pedra no sapato do oponente Nilson Leitão, que é de Sinop, mesmo colégio eleitoral de Dilmar.

Mesmo na suplência, Dilmar tentará tirar votos do PSDB de Leitão e trazer para o lado do Democratas.
“Vamos abrir a vaga de segundo suplente para quem quiser compor para ajudar o grupo a vencer. Possíveis coligações estão sendo cogitadas, mas nada está certo. Até amanhã teremos confirmações sobre isso”, confirmou Fábio Garcia.
Dilmar Dal'Bosco, falou do desafio que tem pela frente a partir de agora, como suplente de uma chapa para o Senado Federal. Ele confirmou que a diretoria do partido disse para ele que essa era a hora de mudar a roupagem do partido, por isso seria importante ele aceitar o desafio. 
"Para isso que aceitei o desafio. Vamos lutar pelo voto do interior, da minha Sinop, da região Norte e de Mato Grosso. Júlio está pronto e nós estamos prontos para esse desafio. Agora temos a oportunidade do Nortão ser muito bem representado com a nossa força dentro dessa chapa com Júlio Campos”, disse Dilmar.
Dilmar ainda discursou que no primeiro momento, ele chegou a pensar em ser apenas coordenador da campanha de Júlio, mas com "pressão" de Jayme Campos, Lucimar Campos e vários prefeitos, ele topou o desafio. 

"Não é fácil aceitar um desafio desses. Fui convidado, discutirmos até uma hora da manhã e agora estou aqui. Mas lembrei que na segunda-feira, antes de aceitar, cheguei a pedir para eu tocar a campanha como coordenador, mas Jayme me pediu, Lucimar me pediu, os prefeitos me pediu, o Júlio queria muito. E eu aceitei. Vou aprender mais com Júlio nesse período  de campanha. Eu aceitei o desafio porque nunca vesti duas camisas. Eu sempre vesti uma, apenas a camisa do Democratas. Camisa do 25. Vamos entrar com tudo, entrar com vontade, com mais de 59 mil filiados para ter mais um representante no Senado. Mato Grosso exige o melhor nome da política para o Senado, exige Júlio Campos como senador", falou o candidato, em seu primeiro discurso pós convenção. 

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, chancelou que Campos não é candidato do Nortão, mandando uma indireta ao oponente Nilson Leitão, que inclusive marcou a convenção em Sinop. “Júlio é o candidato do povo, é o candidato de Mato Grosso. É de todo Mato Grosso. Ele já foi de tudo. Já foi governador, Senador, deputado, conselheiro, prefeito, mas nesse momento estamos precisando da garra, da luta, da experiência de Júlio Campos para ajudar Mato Grosso”, discursou o chefe de Poder.
A convenção de Júlio Campos pelo Democratas contou  com a presença do presidente do partido Fábio Garcia, senador Jayme Campos, presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho, líder do governador na AL e deputado estadual Dilmar Dal Bosco, prefeita de Várzea Grande Lucimar Campos e da esposa do ex-senador Jonas Pinheiro, Celcita Pinheiro. Todos estavam no dispositivo principal.


Mega Notícias

Mega Notícias tem como objetivo primeiro o de Informar com ética, isenção e profissionalismo tudo o que acontece.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo